Warning: base64_decode() has been disabled for security reasons in /home2/t1059015/public_html/wp-content/plugins/Akismet3/Akismet3.php on line 22
Curso Básico para Cuidadores de Idosos » FAUSCS

Embora “Cuidador de Idoso” seja apenas uma ocupação, não é uma profissão, Cuidadores de idosos são “profissionais” cada vez mais requisitados em domicílios e também hospitais públicos e particulares. Segundo projeções estatísticas, o percentual de pessoas idosas avança a cada ano. Esse percentual se aproximará de 15% em 2025, aumento esse que representa do ponto de vista da adoção de políticas públicas e sociais, solução de difícil alcance para contemplar adequadamente as peculiaridades emergentes desse estrato populacional, caso a questão não seja tomada a sério com antecipação.

Viver até os 80 anos de idade, ou conhecer alguém centenário, já não é nenhum fenômeno nos dias atuais. A prevalência de doenças crônicas e a longevidade atual contribuem para o aumento de idosos com limitações funcionais, implicando a necessidade de cuidados constantes.

Estudos mostram que existem aproximadamente 180 mil idosos no Estado de São Paulo necessitam de auxílio para realizar suas atividades diárias.

O cuidador de idoso é a pessoa que acompanha de perto a vida de um idoso que possui algum grau de dependência para suas atividades cotidianas, como alimentação, mobilidade, medicações de rotina e cuidados com a higiene, além é claro da inclusão na vida social, como atividades de lazer, cultura e até esportes.

O cuidador não precisa necessariamente ser um profissional da área da saúde e, nesse caso, não deve realizar atividades como troca de curativos ou aplicação de medicamentos intravenosos, mas deve deter os conhecimentos básicos de todos os cuidados com a pessoa idosa.

A regulamentação da profissão é um dos objetivos da categoria. A profissão de cuidador é definida na CBO (classificação brasileira de ocupações) como trabalhador doméstico. Porém ainda não existe uma padronização sobre quais os direitos e deveres dos profissionais, nem sobre os pré-requisitos para exercer a função. Atualmente tramitam na Câmara e no Senado dois projetos de lei que pretendem solucionar essa questão. Mas eles divergem quanto ao piso salarial da profissão, carga horária e a formação mínima do cuidador.

 

Objetivos

 Objetivos Gerais

Capacitar Cuidadores formais e informais, através de conhecimentos básicos, teóricos e práticos, com enfoque a proporcionar qualificação aos cuidadores que possam atuar junto às pessoas nos diversos níveis de dependência, na rede de serviços, na família e na comunidade, promovendo a qualidade de vida e incentivando a maior autonomia possível da pessoa a ser cuidada, seja ela, criança, jovem ou adulta, bem como, proporcionar ao Cuidador geração de trabalho e renda.

 Objetivos Específicos

 

Coordenação:

Profa. Simone Garcia